YOGA para Mente e Corpo

YOGA para Mente e Corpo

O Yoga é uma antiga filosofia de vida que se originou na Índia, há mais de 5.000 anos. É uma palavra masculina e de origem sânscrita, YUG, antigo e holístico sistema para colocar em forma o corpo e a mente.

Literalmente, YOGA significa UNIÃO, pois ele une e integra o corpo, a mente e nossas emoções para que sejamos capazes de agir de acordo com nossos pensamentos e com o que sentimos. Juntamente com o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade, o Yoga nos induz a um profundo relaxamento, a uma tranquilidade mental, concentração, clareza de pensamentos e percepção interior.

É por meio dessas práticas que atingimos a paz e a satisfação de interagirmos com o nosso corpo físico, mental, sutil e casual, vivenciando uma nova vida com muito equilíbrio, contemplando o seu universo interior.
Fica muito difícil explicar de forma verbal essa sensação de paz absoluta, mas é com a sua prática que você sente que seus sentidos se tornam mais refinados e que seu coração e sua mente são um só, interagem com mais sutileza sem disputar espaço com o ego.

A aplicação do Método promove a alta performance profissional e desportiva. Consiste num conjunto de técnicas e conceitos que contemplam o bom relacionamento humano, o aprimoramento do potencial físico, emocional, mental, intuicional e a realização pessoal.

Suas práticas num primeiro momento tem o objetivo de preparar o aluno em técnicas respiratórias, técnicas de purificação orgânica, técnicas corporais (equilíbrio, força e flexibilidade) e técnicas de descontração conferindo um aumento da qualidade de vida, administração do stress, bem estar e vitalidade desde a primeira aula.

Em outro estágio promove um reforço da estrutura biológica do praticante com um aumento sensível e imediato de vitalidade. Além dos excelentes efeitos corporais, promove estabilidade emocional e mental que aumenta a performance do praticante em todas as áreas da vida.

O Método é um programa de treinamento desenvolvido para atingir suas metas e manter um estilo de vida saudável. Inclui aulas práticas e um programa de desenvolvimento pessoal usando conceitos de boas maneiras, boa qualidade de vida, boa forma, boas relações humanas, boa alimentação, etc.

Anderson Rangel – Swásthya Yôga

Natural de Guaçuí – ES, Anderson Rangel reside atualmente em Vila Velha. Participou do Curso de formação de Instrutores de Swásthya Yôga do Método De Rose na antiga Universidade de Yôga (Uni-Yoga), realizado na Unidade de Saquarema-RJ em 2005, ministrado pela Professora Rosângela de Castro. Participou do Festival Internacional de Swásthya Yôga no Rio de Janeiro em 2007.

Namastê

Reabilitação Vestibular

Reabilitação Vestibular

Tontura

Tontura é a sensação que existe um movimento sem que haja um movimento real.

Pode ser uma sensação de instabilidade, desequilíbrio, sensação de queda, desvio da marcha ou uma flutuação. Quando a tontura possui características rotatórias denomina-se VERTIGEM.

Com freqüência, o termo “labirintite” (que significa “inflamação do labirinto”) é popularmente utilizado como sinônimo de qualquer sintoma relacionado a doenças que afetam o nosso equilíbrio ou audição como: mal estar, tontura, vertigem, desequilíbrio, flutuação ou zumbido. O termo adequado seria “labirintopatia” que quer dizer “doença do labirinto”. Existem diversas causas para a labirintopatia e a labirintite pode ser uma dentre muitas.

Dentre as diversas causas para tontura, podem ser citadas:

  • doenças que afetam o organismo como um todo (p.ex.: diabetes, pressão alta, problemas da tireóide, aterosclerose, reumatismos, etc.);
  • doenças do ouvido (p.ex.: doença de Ménière; neurite vestibular)
  • doenças neurológicas;
  • problemas visuais;
  • alguns tipos de medicação que interferem no funcionamento do ouvido (p.ex.: alguns antibióticos, diuréticos, antiinflamatórios, quimioterápicos, etc.);
  • exposição a algumas substâncias químicas;
  • infecções;
  • traumatismos cranianos;
  • abuso de cafeína, tabaco, álcool e outros;
  • problemas de coluna cervical;
  • alterações hormonais (TPM, menopausa, andropausa);
  • carência de algumas vitaminas e minerais;
  • problemas psicológicos, estresse, etc.


Vertigem Posicional Paroxista Benigna (VPPB)

É uma das causas mais comuns de vertigem, principalmente na população idosa, mas pode ocorrer na infância e na fase adulta. São crises vertiginosas intensas, durando, em geral,poucos segundos, relacionadas com certos movimentos da cabeça, tais como olhar para cima ou virar-se rapidamente.

O diagnóstico é feito por meio de testes de posicionamento.

O tratamento – Reabilitação Vestibular – é realizado através de manobras para reposicionar as otocônias, que foram deslocadas para um dos canais semicirculares do labirinto.

Uma pequena parcela dos pacientes pode apresentar resolução espontânea do quadro em dias ou semanas. No entanto, temos observado quadros clínicos que não se comportam dessa forma e o tratamento de primeira escolha para esses casos é feito por meio de manobras que visam ao reposicionamento dos cristais de cálcio, os quais se encontram deslocados.

Vale lembrar que o tratamento adequado só pode ser feito após uma avaliação detalhada com a detecção precisa do canal semicircular envolvido, bem como do lado acometido (labirinto direito, esquerdo ou ambos).

Dentre as opções terapêuticas descritas na literatura temos Manobras de liberação, reposicionamento e exercícios de habituação.

Aproximadamente 90% dos pacientes submetidos a essa abordagem terapêutica de forma criteriosa e correta obtêm resolução completa dos sintomas.

O tratamento das doenças do labirinto consiste em:

  1. tratamento das causas (p.ex.: controle de diabetes, dos hormônios tireoideanos, da depressão, etc.);
  2. tratamento sintomático (eliminação da sensação de vertigem; redução de sintomas associados como as náuseas e vômitos);
  3. reabilitação vestibular através de técnicas personalizadas;
  4. recomendações nutricionais e de modificação de hábitos (para erradicar erros alimentares e/ou determinados vícios que frequentemente causam ou agravam as tonturas).


Dicas para evitar tonturas

Além de seguir as recomendações de seu médico, tentar manter uma “vida saudável” é igualmente interessante para um “ouvido saudável” e assim, para o controle e prevenção da tontura. Portanto, procure:

  1. Evitar maus hábitos como cigarro, álcool e excesso de cafeína. Algumas substâncias podem influenciar o bom funcionamento do ouvido;
  2. Não utilizar medicações que contribuam no aparecimento da tontura. Informe-se com o seu médico;
  3. Exercitar-se regularmente. A atividade física diminui o risco de doenças cardíacas e diabetes, estabelecendo melhor controle do colesterol, triglicérides e a taxa de açúcar no sangue, além de produzir a sensação de satisfação e melhora da auto-estima.  Promove ainda o fortalecimento da musculatura e melhor desempenho do sistema do equilíbrio, reduzindo o risco de queda;
  4. Fracionar a dieta, alimentando-se a cada 3 horas. O jejum prolongado ou a alimentação inadequada podem provocar situações de excesso de insulina, ocasionando tontura e zumbido;
  5. Evitar excessos de sal e açúcar;
  6. Tomar muito líquido. Uma boa hidratação leva a um melhor funcionamento dos rins, filtrando e eliminando melhor as toxinas do organismo;
  7. Relaxar, na medida do possível. Reserve alguns minutos do seu dia para uma pausa. A tensão pode piorar a tontura do mesmo modo que causa cefaléia, dor no pescoço, aumento da pressão arterial, etc.;
  8. Visitar seu médico regularmente para exames preventivos.


A reabilitação vestibular baseia-se em exercícios fisicos especificos e repetitivos, que visam a ativar os mecanismos de plasticidade neural do SNC, buscando a compensação vestibular, para que o individuo realize o mais perfeito possível as atividades do dia-a-dia que estava acostumado a fazer antes da tontura.

Possuímos dois labirintos que enviam informações sobre os movimentos e posições da cabeça; ocorrendo alguma alteração no labirinto e/ ou nervo vestibular  ou secundariamente a outros problemas, um deles ou os dois deixam de enviar as mesmas informações.

Ocorre, assim, um desequilíbrio de atividades e esse sistema vestibular precisa ser compensado a fim de restaurar a simetria de informações ou o retorno da função do equilíbrio através de outras entradas sensoriais.

A Reabilitação vestibular apresenta grande aceitação na literatura internacional, pois seus resultados favoráveis tem sido evidenciados em inúmeras pesquisas dentro e fora do Brasil.


Fernanda Amaral
é fonoaudióloga (CRFa2418-MG), com graduação pela FACULDADE METODISTA IZABELA HENDRIX – BELO HORIZONTE e pós graduação em  Audiologia Clinica pelo CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA.

Tem se dedicado desde a graduação  ao estudo dos distúrbios da audição e do equilíbrio sendo esta a sua principal área de atuação.

Com a comprovação cientifica da eficácia dos exercícios fonoaudiológicos  iniciou o trabalho de avaliação e tratamento miofuncional nos distúrbios do sono (ronco e apneia).

Atualmente trabalha realizando exames auditivos, avaliação dos distúrbios do equilíbrio e avaliação e reabilitação miofuncional nos distúrbios do sono (ronco e apneia).

Participa constantemente de cursos e congressos, concentrando suas atualizações e estudos nas áreas de audiologia, otoneurologia (ciência que estuda a audição e equilíbrio) e nos distúrbios do sono.

Reequilíbrio Somato-emocional

Reequilíbrio Somato-emocional

O Reequilíbrio Somato-Emocional é um método fisioterapêutico para a eliminação de tensões posturais, bloqueios físicos ou inibições de movi-mento. Baseia-se no reequilíbrio da tonicidade corporal sobre um eixo biomecânico adequado, voltado a reestruturar o ser humano de forma integral, ou seja, no aspecto físico, psicoemocional e orgânico. Com esse método eliminam-se dores crônicas, ansiedades, stress provenientes de uma série de problemas que alteram a consciência corporal e global. Aliviando esses sintomas é possível devolver a alegria de viver ao indivíduo e fazê-lo reencontrar a fé perante a vida.

Dr. Wilson Rodrigo Albani, fisioterapeuta, especialista em envelhecimento ativo, trabalha na promoção e prevenção da saúde integral desde a graduação.

Formação:
-Graduado em fisioterapia pela Universidade Católica de Petrópolis
-Pós-graduado em Gerontologia/envelhecimento humano
-Especialista em Reequilíbrio somato-emocional
-Formação em RPG -Formação em pilates solo
-Curso de extensão de fisiologia do exercício

Coaching Pessoal, Profissional e Vocacional

Coaching Pessoal, Profissional e Vocacional

O que é coaching?


Processo de Autoconhecimento que utiliza técnicas e ferramentas poderosas, levando o cliente a sair do ponto que está (estado atual) e chegar a outro ponto (estado desejado). Ajuda na evolução material, emocional e espiritual.

O coaching está focado em liberar o potencial e aumentar a performance do indivíduo na vida profissional e pessoal, ajudando a acessar os recursos que temos e não sabemos.
O maior benefício do coaching é o aumento dos resultados positivos em diversas áreas da vida.

Rita Costa

Formação:
– Coach de Vida e Profissional
– Programação Neurolinguística
– Mestra em Educação
– Psicopedagoga

Psicanálise Clínica

Psicanálise Clínica

A Psicanálise é um ramo do saber desenvolvida pelo médico austríaco Sigmund Freud. É um campo clínico e investigativo da psique humana que visa analisar e compreender o homem em sua dimensão psíquica e existencial. A Psicanálise pode ser definida como:

* Um método de investigação da mente e seu funcionamento;

* Análise do sujeito (analisando) enquanto ser inconsciente, consciente e existencial;

* Um tratamento psicoterapêutico que visa a melhor compreensão do ser em si.

Os resultados aguardados do processo de análise é uma maior compreensão de si e uma ressignificação do viver, e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.

“Não existe passado que não esteja no presente.”
(Sigmund Freud)

João Carlos S. Graça

 

Terapia Floral

Terapia Floral

A Terapia floral é um método de tratamento desenvolvido na primeira metade do século XX pelo médico inglês Dr. Edward Bach. É um tratamento natural e alternativo que visa o bem-estar psíquico-emocional da pessoa. Devido a determinadas experiências internalizadas, apresentamos bloqueios pessoais que impedem o crescimento pessoal de maneira mais satisfatória:

* No nível existencial: angústias e conflitos que impedem uma vivência mais feliz e significativa;

* No nível físico: picosomatização, ou seja, a manifestação sintomática de doenças sem uma causa aparente.

“A doença é única e puramente uma correção; não há nela nada vingativo nem cruel. É simplesmente o meio adotado por nossas almas para nos apontar nossas faltas, para impedir que cometamos erros maiores, para evitar que causemos danos maiores, para nos trazer de volta ao caminho da Verdade e da Luz, do qual nunca deveríamos ter saído.” (Edward Bach).

João Carlos S. Graça

Homeopatia

Homeopatia

O que é                                                                                                                                       Andrei Moreira
A homeopatia é um sistema medicinal alternativo que contempla a totalidade do ser humano em detrimento de doenças isoladas. Ela atua por meio de estímulos energéticos desencadeados por medicamentos homeopáticos com o intuito de reequilibrar a energia vital dos pacientes.

Para que serve
De acordo com a homeopatia, o indivíduo não tem apenas uma doença: ele carrega um desequilíbrio que se manifesta de diferentes formas ao longo da vida. Por esse motivo, a função do médico homeopata é restaurar o organismo aos estágios que precedem a vida, no caminho da cura. É considerada, portanto, um tratamento preventivo e curativo.

Curiosidades
Muitos pacientes observam que o início do tratamento homeopático parece agravar os sintomas de uma doença. Isso pode ocorrer, já que o medicamento homeopático pretende provocar no organismo uma doença artificial semelhante à doença natural, para estimular o organismo a corrigir o desequilíbrio. Entretanto, se os sintomas se tornarem graves, é sinal de que o medicamento homeopático está tendo uma ação excessiva e prejudicial ao corpo.

Biodança

Biodança

Biodança, ou dança da vida, tem por objectivo estimular a comunicação das pessoas com o próprio corpo e com as outras pessoas, mas também permitir uma fuga à rotina quotidiana, de forma divertida e equilibrada.
A prática de biodança vai assim além do conceito de movimentar-se e trabalha a evolução do indivíduo, desenvolvendo o seu lado emocional, além do aspecto físico. Serve como pausa no seu quotidiano e como momento para respirar e desligar-se da ansiedade do dia-a-dia, voltando o olhar para o próprio corpo, mente e emoção.

Nas palavras do seu criador, Rolando Toro, a Biodanza é “um sistema de desenvolvimento humano, renovação orgânica, integração afectiva e reaprendizagem das funções originárias de vida”